• Brasil: Prédio colapsa após incêndio. Bombeiros procuram vítimas (+fotos)

Pars Today- Os bombeiros acabam de lançar um apelo para tentar encontrar pessoas que estariam dentro de um prédio que colapsou há momentos, na sequência de um incêndio, em São Paulo.

Antes do colapso vários moradores foram visto no topo do prédio a gritar por socorro. As chamas, segundo O Globo, terão tido início pelas 2h da madrugada desta terça-feira.

Várias equipas de salvamento já estarão a caminho do local, confirmando-se para já a morte de uma pessoa e vários feridos.

Segundo informações partilhadas por outros moradores da zona no Twitter, o prédio em causa estaria abandonado há vários anos, mas terá sido ocupado por famílias sem tecto.

Com certeza teve vítimas, eu não moro por ali mas sei que famílias inteiras ocupam uns prédios que estão abandonados há mais de 1/2 décadas, tomara que tenham sido poucas pessoas, porque olha... isso é muito triste.

Pelo menos uma pessoa morreu após um prédio de 26 andares desabar ao ser atingido por um incêndio de grandes proporções, na madrugada desta terça-feira (1º), na República, região central de São Paulo. A vítima morreu durante uma tentativa de resgate, segundo o coronel Max Mena. O edifício, que seria uma antiga sede da Polícia Federal, estava ocupado irregularmente, conforme a Polícia Militar. A Defesa Civil estima que 50 famílias viveriam no local.

Ainda há possibilidade de mais vítimas, mas não há informações precisas com relação ao número de mortos e desaparecidos ."A gente trabalha com a hipótese de vítimas, entretanto não estão confirmadas", contou o tenente André Elias, em entrevista à TV Globo, por telefone.

O Corpo de Bombeiros está no local e já iniciou a retirada dos escombros. O tenente ainda acrescentou que um outro prédio foi atingido pelo fogo, mas não corre risco de desabamento. Os moradores já evacuaram o lugar. As chamas tiveram início por volta das 1h30. Foram acionados para a ocorrência 57 viaturas, além de 160 homens. O trânsito na área está interditado.

Equipes do Corpo de Bombeiros continuam trabalhando no controle dos focos de incêndio. A corporação está na busca por uma pessoa que estava sendo resgatada no momento do desabamento do prédio. "Uma das vítimas, que estava amarrada em um cabo, na hora que o prédio colapsou foi junto. A gente conseguiu localizar o cabo agora, só que ele está rompido por uma grande estrutura. A gente deve encontrar essa vítima", informou Henguel Ricardo Pereira, subcomandante do 2° grupamento do Corpo de Bombeiros, responsável pela região.

A Prefeitura solicita que donativos para as famílias sejam levados para a Cruz Vermelha Internacional, localizada na Rua Moreira Guimarães, 699, Indianópolis.

A entidade enviou voluntários para o local e vai recolher donativos para as famílias desabrigadas.

Segundo o secretário da Segurança Pública do Estado, Mágino Alves, o trabalho de retirado dos escombros pode levar até 10 dias.

O subcomandante Pereira disse que o prédio caiu cerca de uma hora e meia após o início das chamas. Segundo ele, o fato de o prédio ser de concreto com partes metálicas pode ter contribuído para a rápida queda do edifício. "Talvez isso possa ter facilitado e fragilizado", disse ele.

Ex-morador do prédio vizinho, Rogério Baleki foi ao local para denunciar as supostas más condições do prédio. "O que eu vejo aqui é uma tragédia anunciada.Isso não é um acidente, é um crime", protestou ele. Com informações do Estadão Conteúdo.

Tags

Maio 01, 2018 08:46 UTC
Comentários