Várias unidades elites do exército iraniano e de outras das forças armadas começaram uma marcha perto de Mausoléu do Imam Khomeini por ocasião do dia nacional do exército na manhã de terça-feira com presença do presidente Hassan Rouhani.

Os comandantes superiores das Forças Armadas Iranianas, incluindo o Exército, Corpo de Guarda da Revolução Islâmica (IRGC), Força Policial, Basij (voluntários), Ministério da Defesa e Logística das Forças Armadas, Estado -maior general da República Islâmica do Irã estão participando da cerimônia.

Para comemorar o Dia Nacional do Exército, unidades exemplares do Exército Iraniano, Corpo de Guardas da Revolução Islâmica (IRGC), Basij (forças voluntárias) e Força de Defesa Aérea da República Islâmica do Irã (IRIADF) participam do desfile para exibir uma parte de suas capacidades para defender a República Islâmica do Irã.

Nesta cerimônia, algumas novas conquistas do Exército iraniano serão exibidas, incluindo rifle sniper (Shaaher), veículo tático Heydar, reboque de três eixos Soleiman e cânone auto-propulsado Bahman.

Um grande número de repórteres nacionais e estrangeiros cobrem o desfile ao vivo.

Todos os anos, o Irã comemora o Dia do Exército Nacional em 18 e 17 de abril, em todo o país, com a presença de militares e autoridades  do governo.

Em 18 de abril de 1988, a Marinha dos EUA no Golfo Pérsico ameaçou as plataformas de petroleo de Nasr e Salmaan pedindo o abandono das instalações; No entanto, o Exército iraniano  se recusou a fazê-los frente, e foram orgulhosamente martirizados pela invasão da Marinha dos EUA .

Durante oito anos da guerra imposta do Iraque contra o Irã, os 48 mil  soldados e oficiais do Exército iraniano foram martirizados e 200 mil ficaram feridos. O Exército Iraniano também teve um papel significativo na formação da Revolução Islâmica .

O Exército iraniano, mais forte e mais alerta do que nunca, está agora a defender integridade e  autonomia  da República Islâmica do Irã.

 

Apr 18, 2017 07:57 UTC
Comentários