• Lufthansa pensa em abrir a oficina de revisão (overhaul) no Irã

A Lufthansa, a maior companhia aérea da Alemanha, anunciou que começou a conversar com a companhia iraniana de Iran Air para fornecer uma ampla gama de serviços de apoio logístico à transportadora aérea do Irã.

A Reuters citou funcionários da Lufthansa dizendo que a empresa está considerando fornecer catering, manutenção e treinamento de pilotos a companhia aérea nacional iraniana.

Eles acrescentaram que isso estaria em linha com os planos da empresa de aproveitar as oportunidades de negócios emergentes na República Islâmica. "Estamos em discussões muito intensas, quase semanalmente", disse Karsten Zang, diretor regional da Lufthansa para o Golfo Pérsico, Irã, Paquistão e Afeganistão, em entrevista coletiva à imprensa em Dubai.

No entanto, um porta-voz da Lufthansa disse à Reuters por e-mail que "as negociações com a Iran-Air são apenas realizadas para explorar oportunidades de negócios nas áreas de restauração e manutenção, mas não há planos de concretos nesta cooperação".

As subsidiárias do grupo Lufthansa, a LSG Sky Chefs, a Lufthansa Technik e a Lufthansa Pilot Training estão buscando contratos com a Iran-Air, enquanto o grupo também está em negociações para prestar serviços a outras empresas de aviação iranianas, acrescentou Zang.

A Iran-Air assinou contrato de compra de 200 novas aeronaves ocidentais, levando a entrega até agora de dois novos Airbus A330 e um A321. "Estamos conversando com o Iran-Air porque os novos aviões estão chegando, eles precisam de treinamento, é claro, e temos a experiência em todos esses campos, mas não podemos dar cronogramas", enfatizou Zang.

Enquanto isso, a Reuters citou Heike Birlenbach, vice-presidente sênior de vendas da Lufthansa Group, dizendo que o plano de fechar um acordo com o Irã se baseava em antecipações de que os negócios no Irã cresceriam especificamente agora que as sanções foram removidas. "Esperamos que este negócio cresça porque o mercado como tal é um mercado enorme com alto potencial", enfatizou Birlenbach.

 

Apr 20, 2017 11:42 UTC
Comentários