• A delegação militar iraquiana chegou à Teerã

O chefe de Estado-Maior Conjunto do exército iraquiano, o tenente-general Othman al-Ghanemi, liderando uma delegação de alto escalão, deixou Bagdá ao caminho de Teerã na quarta-feira.

O Ministério iraquiano da Defesa disse em um comunicado divulgado na quarta-feira que a delegação iraquiana irá trocar opiniões com as autoridades iranianas no reforço da cooperação militar e de defesa.

O primeiro-ministro iraquiano Haider al-Abadi disse na quarta-feira que a cooperação militar de Bagdá com o Irã e a Turquia tem como objetivo proteger a segurança regional.

O Major-general Mohammad Bagheri, o chefe do Estado-maior General das forças Armadas iranianas na quarta-feira à noite, durante uma reunião com o Tenente-general Othman al-Ghanemi, chefe do Estado-maior Conjunto do exército iraquiano, acrescentou: "As fronteiras comuns da República Islâmica com o Iraque serão as mesmas que tem definido o primeiro-ministro do governo iraquiano e não aceitamos a autoridade de qualquer partido neste país".

O tenente-general Osman al-Ghanemi, reuniu-se com o Major-general Mohammad Bagheri, chefe do Estado-maior General das Forças Armadas, para discutir questões bilaterais e regionais.

Bagheri felicitou as forças iraquianas por seus esforços para enfrentar os terroristas takfiris, dizendo que o povo e o exército iraquiano ganharam grandes vitórias no combate contra os terroristas e a presença dos terroristas está chegando ao seu fim.

Osman al-Ghanemi, também disse: “inspirando do mês do Muharram e da escola de Imam Hussein, vamos lutar contra os takfiris e reconstruir o Iraque”. A maior parte do território ocupado do Iraque foi libertada, apenas dois por cento e talvez menos do que isso continue nas mãos do Daesh.

"Nosso próximo passo é a libertação de Al-Hawijah", acrescentou. Com desempenho de nossas forças e em cooperação com amigos e aliados, continuaremos esse caminho. A República Islâmica do Irã tem estado constantemente e especialmente em estado crítico conosco, e temos plena confiança no Irã, e acreditamos que o Irã permanecerá conosco até o fim, para que o Iraque possa desfrutar de estabilidade e começar a se reconstruir”, acrescentou al-Ghanemi.

Osman al-Ghanemi, precisou: “A minha viagem tem muitos significados, estamos prontos para conversar com nossos amigos e irmãos que estão sempre conosco”. Sempre expressamos a plena confiança no Irã. O Irã foi honrosamente conosco. Nesta jornada, vamos abordar questões especiais relacionadas com a segurança nacional do Iraque e do Irã.

O chefe do Estado-maior Conjunto do Exército iraquiano declarou: "Sou portador da mensagem do governo e do primeiro-ministro para as autoridades iranianas". Viemos para discutir questões sensíveis e coordenar uns com os outros.

O objetivo da visita de Al-Ghanemi ao Irã é a coordenação e a cooperação militar.

Al-Ghanemi também se encontrou esta semana em Ancara com Hulusi Akar, seu homólogo turco, trocando impressões e consultas com a parte turca sobre o apoio à unidade iraquiana e à luta conjunta contra o terrorismo.

Segundo a declaração emitida pelo Estado-maior do Exército turco, os lados apontaram a realização de um referendo sobre a separação da região do Curdistão no Iraque como uma ameaça para a segurança regional e à necessidade de cooperação a este respeito.

Um referendo sobre a separação da região iraquiana do Curdistão foi realizado na segunda-feira, apesar da oposição internacional, regional e o governo central iraquiana, e a sua aparente contradição com a Constituição iraquiana, em algumas regiões do norte do Iraque (as províncias de Erbil, Sulaimaniyah e Dohuk e as áreas em disputa, incluindo Kirkuk e Khanqin).

 

Tags

Sep 27, 2017 20:18 UTC
Comentários