• Líder: Potências mundiais enfurecidos pela influência da Revolução Islâmica (+ fotos)

Pars Today- Quando foi alcançado a vitoria da Revolução Islâmica, o esplendor desta revolução enfureceu os poderosos inimigos mundiais do Irã, disse o Líder Supremo da Revolução Islâmica no sábado.

Líder da República Islâmica do Irã O aiatolá Seyyed Ali Khamenei fez a observação em uma reunião com estudantes adolescentes das duas províncias de Teerã e Alborz antes de embarcarem em denominadas Carevanas de Rahian-e Noor um ajornada para as zonas atingidas pela guerra no sudoeste do país.

"A razão pela qual uma guerra de oito anos foi imposta pelo regime Ba'stista de Saddam foi devido ao esplendor e à dignidade da Revolução Islâmica", disse O aiatolá Seyyed Ali Khamenei.

Quando eles (as potências mundiais) viram que a Revolução Islâmica foi recebida pelas pessoas dos países dependentes dos EUA, ele acrescentou, eles decidiram destruí-lo a qualquer custo.

O aiatolá Khamenei acrescentou que, na época da Revolução, Saddam não era o governante no Iraque; os poderes mundiais levaram Hassan al-Bakr a ser substituído por Saddam Hussein, que era arrogante e opressivo. "Eles o encorajaram e o persuadiram a atacar o Irã".

"Os principais poderes dos EUA e da UE, como Grã-Bretanha, França, Itália e Alemanha, apoiaram Saddam e o ajudaram de todas as maneiras possíveis. No início da guerra, o exército de Saddam tinha equipamentos limitados. Ao longo do tempo, apesar de estar envolvido com a guerra, o equipamento de Saddam se multiplicou ", acrescentou o líder supremo.
"A França providenciou Saddam com os jatos e helicópteros mais avançados. A Alemanha forneceu ao seu regime os produtos químicos mais tóxicos para ser usado na guerra. Aqueles que atacam algum grupo por acusações de uso de produtos químicos, uma vez que abertamente forneceram a Saddam produtos químicos para fazer bombas ".

Rahian-e Noor (viajantes para a luz) é um grupo de caravanas religiosas e políticas que viajam entre as zonas de visita no sul e sudoeste do Irã para comemorar os esforços iranianos e as vidas perdidas na Guerra Irã-Iraque. As caravanas de Rahian-e Noor costumam viajar para zonas de guerra em torno da época de Nouruz - o Ano Novo iraniano - e durante as férias de verão.

 

Tags

Mar 10, 2018 10:33 UTC
Comentários