• Rouhani :Irã pode alterar o nível de cooperação com a AIEA (+fotos)

Pars Today- O presidente iraniano, Hassan Rouhani, enfatizou mais uma vez que seu país pode deixar o acordo nuclear de 2015 se as partes restantes do acordo falharem em garantir os direitos de Teerã.

De acordo com a Press TV, Rouhani fez as declarações na quarta-feira durante uma reunião com o diretor-geral da Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA), Yukiya Amano, em Viena.

Ele disse que "as atividades nucleares do Irã sempre foram pacíficas, mas é Teerã que decide sobre o nível de sua cooperação com a AIEA".

"A responsabilidade por uma mudança na situação e o nível de cooperação do Irã com a agência recai sobre aqueles que criaram o novo status quo", acrescentou.

No começo do dia, o presidente iraniano criticou ilegalmente a retirada dos EUA do acordo nuclear, conhecido como Plano integral de Ação  Conjunta, dizendo que a decisão de Washington não beneficia ninguém.

Ministros das Relações Exteriores da China, França, Alemanha, Grã-Bretanha e Rússia se reunirão com autoridades iranianas na sexta-feira em Viena para discutir como manter a JCPOA viva após a saída dos EUA do pacto, informou a Reuters.

O chefe da política externa da UE, Federica Mogherini, confirmou a reunião em um comunicado na quarta-feira.

O presidente dos EUA, Donald Trump, anunciou em 8 de maio que Washington estava abandonando o acordo nuclear entre o Irã e os cinco membros permanentes do Conselho de Segurança da ONU - Estados Unidos, Grã-Bretanha, França, Rússia e China  e  Alemanha.

Trump também disse que iria restabelecer as sanções nucleares dos EUA ao Irã e impor "o mais alto nível" de proibições econômicas à República Islâmica.

Sob o JCPOA, o Irã comprometeu-se a colocar limites em seu programa nuclear em troca da remoção de sanções nucleares impostas contra Teerã.

Desde que o presidente dos Estados Unidos retirou Washington do acordo nuclear histórico, os países europeus têm se esforçado para garantir que o Irã receba benefícios econômicos suficientes para persuadi-lo a permanecer no acordo.

As partes restantes prometeram permanecer no acordo.

 

Jul 05, 2018 18:20 UTC
Comentários