• Suíça recomenda que empresas continuem com atividade no Irã

Pars Today- O governo suíço prometeu defender os interesses econômicos de suas empresas que atuam no Irã e seria alvo de novas sanções dos EUA, recomendando que continuassem seus negócios na República Islâmica.

“[O governo] recomenda que as empresas busquem suas relações comerciais com o Irã e se informem sobre a situação”, disse Fabian Maienfisch, da Secretaria de Estado de Assuntos Econômicos (SECO).

Os comentários foram feitos apenas alguns dias depois que os Estados Unidos re-impuseram uma série de sanções ao Irã que foram suspensas como parte de um acordo nuclear de 2015 entre o país e as potências mundiais. A decisão veio após a retirada unilateral do presidente Donald Trump do Pacto, que é conhecido como o JCPOA, em maio, apesar das declarações de outras partes do acordo, incluindo os europeus, de que eles permaneceriam comprometidos com o acordo e fariam o melhor possível. para proteger seus negócios de novas sanções dos EUA.

Maienfisch disse que o governo suíço lamentou a situação de "deterioração" em relação às sanções impostas por Washington ao Irã, mas também insistiu que não poderia forçar seus negócios a resistir à pressão dos EUA.

"A Suíça lamenta que a situação das sanções em relação ao Irã esteja novamente se deteriorando", disse ele.

Aug 10, 2018 08:19 UTC
Comentários