• Zarif no Parlamento: Hoje o mundo reconhece que o Irã está na linha de frente da luta contra Terrorismo

Pars Today-A República Islâmica do Irã, semelhante a outros países, usa todas as ferramentas disponíveis para promover seus objetivos no cenário internacional, afirmou o mohammad Javad Zarif no Parlamento.

"A diplomacia não significa de que você tem que cancelar sua viagem a um país por presença de um grupo terrorista odiado sem valor. É claro que declaramos nossa posição sobre o assunto ao governo francês", disse o ministro das Relações Exteriores do Irã, Mohammad Javad Zarif, a legisladores iranianos no domingo, relativo a sua vsita a Paris, no momento em que o grupo de MKO, organizou uma campanha contra o Irã.

O chanceler iraniano, Mohammad Javad Zarif, ressaltou que o acordo nuclear de 2015, conhecido como Plano Integral de Ação Conjunta (JCPOA), demonstrou a "legitimidade" do país, enquanto Teerã permanecia comprometida com o acordo internacional, e Washington se afastou dele.

Falando em uma sessão no plenário do parlamento neste domingo, Zarif rejeitou a alegação do deputado Javad Karimi Qodousi de que o acordo nuclear terminou em fracasso, dizendo: "O JCPOA significa a legitimidade da República Islâmica do Irã".

No início, alguns parlamentares iranianos enfatizaram que, o JCPOA fosse do interesse dos EUA. Zarif respondeu que “se isso fosse do interesse deles (os americanos) nunca se retirariam do acordo”, acrescentando que os EUA se afastaram do JCPOA porque o Irã permaneceu comprometido com suas obrigações sob o acordo.

O chefe da diplomacia iraniana também rejeitou as alegações de que alguns indivíduos com dupla nacionalidade haviam participado das conversações entre o Irã e as potências mundiais, dizendo que nenhum cidadão com o duplo nacionalidade havia participado de "conversas privadas nucleares". 

 

Sep 02, 2018 11:33 UTC
Comentários