• Os EUA furiosos pelo interesse da Índia no Porto iraniano de Chabahar

Pars Today- A Índia e o Afeganistão sinalizaram o seu compromisso com o desenvolvimento do estratégico porto de Chabahar, no Irã, antes de uma reunião de quinta-feira com os EUA, que está pressionando pelo estrangulamento econômico de Teerã.

Segundo a Press TV, o vice-ministro do Afeganistão, Hekmat Khalil Karzai, o secretário de Relações Exteriores da Índia, Vijay Gokhale, e o vice-chanceler iraniano, Abbas Araghchi, se reuniram em Nova Délhi para discutir toda uma série de questões relacionadas ao projeto.

"A reunião concentrou-se em consolidar a cooperação econômica, incluindo Chabahar", disse o Ministério das Relações Exteriores da Índia em um comunicado. Eles também discutiram o reforço da cooperação em combate ao terrorismo, combate a narcóticos e apoio contínuo ao processo de paz e reconciliação liderado e controlado pelo Afeganistão, acrescentou.

O encontro aconteceu antes das primeiras conversas “2 + 2” entre ministros de defesa e estrangeiros dos EUA e da Índia em Nova Délhi, na quinta-feira, para discutir questões estratégicas e de segurança.  

Autoridades indianas disseram em suas conversas com os norte-americanos que iriam enfatizar a importância de Chabahar para estabilizar economicamente o Afeganistão. Eles esperam que Cabul também pressione Washington para dispensar Chabahar da lista de sanções.

Na segunda-feira, uma autoridade dos EUA disse que ainda não havia sido tomada nenhuma decisão sobre estender as isenções para a Índia por utilizar da possibilidade econômica e comercial do Chabahar.

Alice Wells, principal vice-secretária assistente do departamento de assuntos da Ásia Central e do Sul, disse que uma "conversa informativa" foi realizada em Nova Delhi na semana passada sobre Chabahar e os EUA a adotaram como "assessoria". As conversas sobre o assunto entre os dois lados estavam "em andamento" e nenhuma decisão foi tomada sobre o assunto, disse Wells.

A Índia espera utilizar os potenciais de trânsito do Irã para fortalecer seus passos de conectividade, com Chabahar sendo o trampolim para essas ambições. Para a Índia, o porto iraniano é fundamental para o acesso ao Afeganistão, bem como à Ásia Central, ao Cáucaso e à Rússia.

Em fevereiro, o Irã assinou um acordo para arrendar o controle operacional da primeira fase do porto de Chabahar à Índia por 18 meses.

Na quarta-feira, o ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, condenou a política externa dos EUA com base na imposição de sanções antes de entrar nas negociações. "Na maioria dos casos, os Estados Unidos não estão dispostos a negociar", disse Lavrov em um fórum econômico na cidade russa de Vladivostok.

"Primeiro, eles anunciam sanções, depois mais sanções, e somente depois disso eles abrem as negociações", disse ele, descrevendo os atuais laços entre os EUA e a Rússia como "os mais tóxicos".

 

Sep 12, 2018 17:20 UTC
Comentários