• Irã rejeita alegações dos EUA de interferência estrangeira nas eleições norte-americanas

Pars Today- O Irã rejeitou a alegação "falsa e infundada" feita pelos Estados Unidos sobre os esforços de Teerã para minar as eleições dos EUA, incluindo as eleições do próximo mês, dizendo que tais alegações estão enraizadas em uma "ilusão absurda".

"A política de princípios da República Islâmica do Irã é baseada na não-interferência nos assuntos internos de outros países", disse no sábado o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores do Irã, Bahram Qassemi.

Autoridades norte-americanas e agências de aplicação da lei afirmaram na sexta-feira que os governos estrangeiros continuaram tentando influenciar as eleições nos EUA, incluindo a próxima votação do Congresso no meio do ano eleitoral em novembro. "Estamos preocupados com as campanhas da Rússia, China e outros atores estrangeiros, incluindo o Irã, para minar a confiança nas instituições democráticas e influenciar o sentimento público e as políticas do governo", disse o Escritório do Diretor de Inteligência Nacional, Departamento de Justiça, FBI e Departamento de Inteligência, Homeland Security disse em um comunicado conjunto.

O porta-voz do Ministério das Relações Exteriores do Irã disse que as autoridades americanas acusam o Irã de tentar se intrometer e influenciar as eleições parlamentares dos Estados Unidos, que são basicamente falsas, ressaltando que tais alegações são politicamente motivadas.

Qassemi acrescentou que a Casa Branca tenta fazer as acusações contra outros países com "propósitos políticos domésticos específicos e todos os dias acrescenta o nome de um país à sua lista delirante a esse respeito".

A alegação ocorre no momento em que as agências do governo dos EUA disseram que não têm provas de um comprometimento ou interrupção do equipamento eleitoral.

Tags

Oct 21, 2018 14:23 UTC
Comentários