• Rússia: Crise  Síria aprofundada pela intervenção da coalizão liderada pelos EUA

O ministro russo de Defesa, Sergei Shoigu, acusou a coligação liderada pelos Estados Unidos de não ter contribuído positivamente na luta contra o terrorismo na Síria, mas agravou o conflito no país árabe.

Falando em uma reunião do Ministério da Defesa em Moscou na terça-feira, Shoigu salientou que Moscou tinha alcançado seus principais objetivos na Síria em relação à batalha anti-terror.

Os comentários de Shoigu chegaram dois dias depois que a secretária de Defesa dos Estados Unidos, Ashton Carter, afirmou que os russos haviam dado apoio "praticamente zero" a Washington em seu suposto combate contra os militantes Daesh na Síria e no Iraque.

A não colaboração da coalizão "exigiu o esforço de todas as nossas forças, todas as nossas capacidades, implantando um grupo bastante sério, incluindo porta-aviões entre outros", acrescentou o oficial russo.

 

Jan 10, 2017 18:21 UTC
Comentários