O Encontro Internacional preparativas sobre a Síria (Processo de Astana) encerrou seu trabalho em Teerã na noite de quarta-feira, com a emissão de um comunicado de imprensa pedindo uma solução política para a crise síria.

Segundo agencia IRNA, no âmbito do Encontro Internacional sobre a Síria (Processo de Astana), Teerã acolheu a Reunião de Peritos e as reuniões do Grupo Conjunto dos três Estados Garantes, de 18 a 19 de abril de 2017.

Nas reuniões de Teerã , as delegações da República Islâmica do Irã, da Federação Russa e da República da Turquia discutiram os projectos de documentos propostos às três partes, incluindo documentos relativos ao regime de cessar-fogo (declarado em 30 de Dezembro de 2016 na Síria) Dos detidos e abduzidos .

Uma delegação de peritos das Nações Unidas juntou-se às reuniões trilaterais, na qualidade de observadores, proporcionando uma valiosa experiência e assistência técnica.

A reunião em Teerã foi realizada em preparação para a 4 ª reunião internacional sobre a Síria, devida em Astana, 3-4 maio de 2017. Todas as delegações concordaram em realizar próxima reunião de peritos antes da reunião de alto nível em 02 de maio.

Reafirmando a necessidade de lidar com todos os aspectos da crise síria, ao mesmo tempo o aspecto militar e combate ao terrorismo, encontrar uma solução política através de acordos intra-sírios e o aspecto humanitário, o Ministério iraniano dos Negócios Estrangeiros expressa a sua esperança de que  Astana se o processo e outros esforços internacionais trariam um fim ao conflito sírio o mais rapidamente possível e preparariam o caminho para um combate eficaz e inclusive contra o terrorismo, que é uma exigência da comunidade internacional.

 

Apr 20, 2017 11:55 UTC
Comentários