• Bahrainis demonstram em apoio de clérigo xiita

Parcelas de pessoas bahreinitas organizaram novos protestos em uma região do norte para expressar solidariedade com o proeminente clérigo xiita, Jeix Isa Qassim e seus partidários, que foram alvo de uma severa repressão do regime.

Os manifestantes chegaram às ruas na vila do norte de Abu Saiba na sexta-feira para expressar sua raiva do contínuo cerco do regime da Bahrein contra a casa do xeque Isa Qassim e a repressão contra ativistas anti-regime.

A manifestação marcou o 80º dia da detenção do clérigo xiita superior sob prisão domiciliar.

Sheikh Qassim é o líder espiritual do bloco de oposição dissolvido de Bahrein, a Sociedade Islâmica Nacional Al-Wefaq, que foi despojada de sua cidadania em junho do ano passado por acusações de que ele usou sua posição para servir interesses estrangeiros e promover "sectarismo" e "violência".

Ele negou as alegações.

Em maio, o clérigo foi condenado em um tribunal de "arrecadação ilegal de fundos e lavagem de dinheiro" e condenado a um ano de prisão suspenso por três anos. As acusações emanam da coleção de uma doação islâmica chamada Khums, uma prática religiosa por um clérigo sênior no islamismo xiita para coletar e gastar doações no interesse dos necessitados.

Milhares de manifestantes anti-regime realizaram manifestações em Bahrein quase que diariamente desde que uma revolta popular começou no reino em meados de fevereiro de 2011.

Eles estão exigindo que a dinastia Al Khalifah abandone o poder e permita que um sistema justo que represente todos os Bahrainis seja estabelecido.

Manama fez grandes esforços para reprimir qualquer sinal de dissidência. Baixos de pessoas perderam suas vidas e centenas de outros sofreram lesões ou foram presos como resultado da repressão do regime de Al Khalifah aos ativistas anti-regime.

 

Aug 12, 2017 18:35 UTC
Comentários