• Síria denuncia à ONU o assassinato de civis pelos EUA

Pars Today- A Síria condena perante o Conselho de Segurança a matança indiscriminada de civis em atentados aos aviões da chamada coalizão liderada pelos EUA.

O Ministério das Relações Exteriores da Síria denunciou por meio de uma carta enviada ao Conselho de Segurança das Nações Unidas (CSNU) os bombardeiros da mencionada aliança contra áreas residenciais sírias, que na terça-feira mataram pelo menos 12 pessoas, incluindo três menores e quatro mulheres.

"Já o mundo inteiro conhece a natureza criminosa dessa coalizão", repudiou a pasta síria, fazendo referência ao mais recente "ataque criminoso" da coalizão que ocorreu na cidade de Tal Shair, na província de Al-Hasaka (nordeste).

A carta denunciava a UNSC por não aplicar a lei internacional e por fechar os olhos a "crimes nos EUA" na Síria, e o apoio contínuo deste país para o terrorismo e as milícias secessionistas ".

O governo sírio pediu ao Conselho de Segurança que assumisse suas responsabilidades, condenando esses assassinatos e trabalhando para impedir que eles voltassem a acontecer.

Ele também pediu que o órgão internacional trabalhe para acabar com a presença "hostil e ilegal" dos Estados Unidos e de outras forças estrangeiras na Síria.

O ataque de terça-feira ocorreu menos de 24 horas após outro bombardeio de alianças desta aliança ter matado 18 refugiados iraquianos em uma aldeia no sul de Hasaka, entre o rio Eufrates e a fronteira iraquiana.

 

Jun 13, 2018 19:27 UTC
Comentários