• Líder da Al-Qaida no Afeganistão morto pelas forças de segurança

Um dos líderes mais importantes da rede terrorista Al-Qaida no Afeganistão, Abdul Rahim Al-Mesri, morreu na noite de domingo num ataque por forças de segurança afegãs no sul do Afeganistão, divulgaram hoje as autoridades.

"As forças especiais afegãs realizam uma incursão noturna especial na aldeia de Khun-Bibi, no distrito Garamsir (na província de Helmand) e, como resultado da operação morreu Abdul Rahim Al-Mesri, um membro experimentado da Al-Qaida", segundo um comunicado do Gabinete do Corpo de Operações Especiais.

De acordo com o organismo, dependente do Ministério da Defesa afegão, durante o ataque mataram também mais seis alegados combatentes da rede terrorista e as forças de segurança prenderam duas mulheres paquistanesas.

O porta-voz do Corpo de Operações Especiais, Abdul Qayum Nuristani, disse à agência de notícias espanhola EFE que Al-Mesri foi um dos mais importantes líderes da Al-Qaida no país e explicou que dirigia as atividades de formação no Afeganistão.

Entre as suas funções, estava o estabelecimento de comunicações entre os membros do grupo no Afeganistão e combatentes de outros países.

"As nossas forças também apreenderam um grande número de documentos e informações digitais durante a operação", disse Nuristani, que listou entre os objetos apreendidos oito computadores portáteis, 21 discos rígidos, 19 memórias USB, telemóveis, passaportes, bilhetes de identidade e manuais para construir dispositivos explosivos.

Tags

Aug 07, 2018 11:15 UTC
Comentários