• Oito de março e o desafio de ser uma mulher nos EUA

O oito de março da cada ano se celebra em todo mundo o Dia Internacional da Mulher, uma iniciativa que procura sensibilizar o publico global sobre os direitos das mulheres. No presente gráfico estudamos os desafios que têm as mulheres nos EUA, país que se proclama um dos defensores da democracia.

Há muitos fatores que complicam a vida das mulheres em Estados Unidos. Por exemplo, a igualdade salarial, elas não ganham tanto como os homens, um fenômeno que não tem nada a ver com as divergências na educação.

A remuneração média por hora de um homem com grau superior é de 47.3 dólares, enquanto uma mulher na mesma posição ganha 36.1 dólares, segundo o recente relatório do portal financeiro norte-americano de Bloomberg.

Por outro lado, apresentam-se outros tratamentos discriminatórios às mulheres nos EUA segundo os dados recolhidos pelo Centro Nacional de Leis de Mulheres (NWLC, por suas siglas em inglês), o Centro de Política de Violência (VPC, por sua sigla em inglês), o Escritório do Censo, etc.

Cabe destacar que a desigualdade se amplia ainda mais entre as mulheres brancas, afro-americanas e hispânicas pela existência do racismo nos EUA.

 

Tags

Mar 08, 2018 19:48 UTC
Comentários