• Secretário-geral da ONU aplaude assinatura de Convenção do Mar Cáspio

O secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, destacou nesta segunda-feira, a importância de um documento para regular o status jurídico do mar Cáspio, assinado no último domingo pelos cinco países banhados por ele.

Reunidos na cidade cazaque de Aktau, os líderes de Azerbaijão, Irã, Cazaquistão, Rússia e Turcomenistão firmaram um acordo que estava em discussão há mais de duas décadas definindo, entre outras coisas, o uso comum da superfície e das profundezas do Cáspio, navegação, pesca, as pesquisas científicas, instalação de gasodutos e de bases militares. 

"O secretário-geral saúda a assinatura da Convenção sobre o Estatuto Jurídico do Mar Cáspio pelo Azerbaijão, Irã, Cazaquistão, Rússia e Turcomenistão. Esse documento histórico demonstra a importância da cooperação regional, que é vital para manter a paz e a segurança internacional", disse o porta-voz do secretário-geral.

O status do mar Cáspio, que é rico em depósitos de hidrocarbonetos, era regulado por acordos firmados entre o Irã e a União Soviética até a dissolução desta última e o surgimento de cinco novos Estados independentes que viriam a ser banhados por esse corpo de água.

Tags

Aug 14, 2018 13:17 UTC
Comentários