• Espanha anuncia 35 milhões de euros para enfrentar crise migratória venezuelana na região

Pars Today- A UE vai aportar 35 milhões de euros a América Latina para enfrentar a crise migratória venezuelana, disse nesta quinta-feira o chefe de governo espanhol, Pedro Sánchez, após propor à região uma "distribuição de cotas" de migrantes.

Ao fim de uma visita a Bogotá, no âmbito de sua primeira viagem à região, depois de dois meses no cargo, o dirigente socialista reconheceu o problema que representa para o "conjunto da América Latina" o "êxodo maciço" de pessoas que fogem da crise na Venezuela.

"Hoje precisamente em Bruxelas foi acordado que vão ser 35 milhões de euros que a União Europeia (UE) coloca à disposição da América Latina para enfrentar" esta conjuntura, afirmou Sánchez durante coletiva de imprensa conjunta com o presidente colombiano, Iván Duque.

Foi relatado que eles não só abordaram a questão da Venezuela, mas o processo de paz entre a Colômbia ea guerrilha do Exército de Libertação Nacional (ELN) e questões de cooperação judiciária, investimento estrangeiro e combate à corrupção.

De acordo com as Nações Unidas, 2,3 milhões de pessoas (7,5% da população venezuelana, de 30,6 milhões) moram no exterior, das quais 1,6 milhão partiu desde 2015, quando se aprofundaram as dificuldades no país com as maiores reservas de petróleo no mundo.

 

Tags

Aug 31, 2018 06:22 UTC
Comentários