•  Presidente da Bolívia convida Merkel a visitar Bolívia para discutir industrialização

O presidente da Bolívia, Evo Morales, convidou a chanceler alemã, Angela Merkel, para visitar aquele país sul-americano com o objetivo de discutir projetos como a industrialização do lítio e o comboio transoceânico.

"Estamos a convidar a chanceler alemã, Angela Merkel, nossa irmã, a visitar o nosso país", escreveu Morales na sua conta na rede social Twitter.

A Bolívia tem as maiores reservas do mundo deste mineral em Uyuni, o maior lago de sal localizado em altitudes mais elevadas.

A empresa alemã ACI Systems foi escolhida como sócia da empresa estatal que gere os depósitos de lítio, uma parceria que se traduz no desenvolvimento de uma fábrica de baterias que serão exportadas sobretudo para a indústria automóvel na Europa.

Morales também destacou o interesse do Governo em falar com Merkel sobre a construção da ferrovia transoceânica, um projeto para ligar os portos de Ilo, no Peru, e Santos, no Brasil, atravessando a Bolívia, com uma extensão de 3.755 quilómetros e com um investimento estimado em cerca de 14 mil milhões de dólares (cerca de 12 mil milhões de euros).

A Bolívia tem procurado apoio junto de países como a Alemanha, Áustria, Espanha e Suíça para desenvolver este projeto, tanto ao nível da assistência técnica como de investimento.

A transferência de tecnologia e energia limpa são outras áreas de cooperação destacada pelo Presidente boliviano no seu convite à chanceler Angela Merkel.

Tags

Sep 04, 2018 05:57 UTC
Comentários