O Presidente norte-americano, Donald Trump, classificou hoje como uma fraude o livro do jornalista de investigação Bob Woodward sobre a sua presidência e acusou o autor de inventar as citações que surgem no texto.

"O livro de Woodward é uma fraude. Eu não falo como sou citado. Se falasse, não teria sido eleito Presidente. Estas citações foram inventadas", escreveu Trump na sua conta no Twitter.

O Presidente diz ainda que Woodward "usa todos os truques no livro para rebaixar e menosprezar" e afirma desejar que o povo pudesse ver os factos reais.

"O nosso país está ÓTIMO!", conclui Trump.

Já na quarta-feira, Trump criticara, também no Twitter, o novo livro do jornalista Bob Woodward, ao considerar ser "exatamente o oposto" da descrição que lhe é atribuída.

A Casa Branca referiu que o perfil de Trump inserido no livro de Bob Woodward é falso, e acusou antigos funcionários da Casa Branca que ficaram descontentes por terem sido despromovidos ou afastados dos cargos.

Jornalista de investigação de 75 anos, Bob Woodward revelou no início da década de 1970 com o seu colega Carl Bernstein, nas páginas do Washington Post, o escândalo Watergate que implicou a demissão do presidente Richard Nixon (1969-1974).

O novo livro de Woodward descreve uma Casa Branca repleta de assessores alarmados e frustrados que tentam conter diariamente os impulsos mais extremos de um errático Presidente.

Segundo o diário The Washington Post, que obteve um exemplar, o livro traça o retrato de um Presidente inculto, colérico e paranoico cujos secretários e conselheiros se esforçam permanentemente por controlar para evitar os piores desaires.

O autor explicou que o livro, intitulado "Medo: Trump na Casa Branca" e que estará nas bancas a partir de 11 de setembro, se baseia em entrevistas e testemunhos de diversos membros da equipa da Casa Branca, que falaram sob a condição de anonimato.

Um dos principais temas foi a suposta incompetência de Trump para abordar as crises internacionais. Woodward também assegura que o chefe de gabinete da Casa Branca, John Kelly, também definiu Trump como um "desequilibrado" em pelo menos uma ocasião.

 

Sep 07, 2018 12:50 UTC
Comentários