• Na presença do Imam e sob a liderança do Imam Al-Hadi ( especial por ocasião do nascimento do Imam Hadi-S.A)

Uma nova luz brilha no céu de Velayat. Abre olhos a vida, uma criança da geração de purificados descendentes do profeta.

Uma nova luz brilha no céu de Velayat. Um novo filho nasceu na Casa Profética. Imam Ali Ibn Muhammad é o décimo Imam xiita. Ele  era  conhecido como "Al-Naqi", também chamado de "o terceiro Abu Al-Hassan", em alusão à sua grande generosidade, mas era mais famoso como "Al-Hadi", o que significa guiar.

Durante 33 anos, ele era o líder da comunidade islâmica e conhecido em todas as partes do mundo muçulmano e, de perto e de longe, os estudiosos estavam apressando para viajar a Medina para aproveitar e desfrutar de seus tesouros de conhecimento. Um dos historiadores islâmicos, Ibn Shahr Ashub, que pesquisou as orientações de Ahlul Beit em seu livro denominado Manqib, escreve sobre a ética e o comportamento de Imam Hadi, assim: "Ele era um homem muito honesto e decente. Em silêncio, seu rosto era impressionante e, enquanto falava, todos ficaram fascinados com as suas palavras e personalidade".

Neste programa, nos familiarizamos com algumas  características de Imam Hadi (a paz esteja com ele). Mais uma vez, um dia como hoje foi adornado com o nome de um grande membro da família do Profeta. O 15 do mês de Dhel-Hajja do ano 212 (7 de agosto) é o aniversário do nascimento de Imam Hadi, o nono Imam xiita (que paz esteja sobre ele) e, por esta razão, aproveitamos esses minutos para iluminar-nos com os raios  deste líder xiita.

Felicitando este dia amável e precioso a todos os nossos ouvintes, convidamos a se desfrutar de alguns fragmentos da vida de Imam Hadi (S.A).

Após o Profeta e, segundo ele, o Alcorão e sua imaculada família foram duas lembranças valiosas deixadas pelo profeta que serviam para orientar a nação islâmica ao caminho da verdade. A ênfase do Profeta no Alcorão e sua família se baseava em um pedido de Deus para o seu Mensageiro a exortar os fieis a aprender o Alcorão e escolher o caminho certo e, desta forma, avançar com a iluminação de Ahlul-Bayt e este é o seu modelo.

Portanto, o prestígio científico e a liderança intelectual de tal sublimidade gozam de muita importância. Nesta época em que a fronteira entre o justo e o injusto enfraqueceu, uma vez que o injusto é muitas vezes vestido como justo, o conhecimento da nobre sabedoria do Islã, através destas duas valiosas fontes, ajudará os muçulmanos no confronto contra as falsas correntes do pensamento.

Então Imam Hadi em sua oração para a peregrinação de Jamameat-ol-Kabir, considera o Imamato como uma mina de bênçãos, um tesouro da ciência e líderes de orientação e a luz que brilha a escuridão.

Imam Ali al-Naqui, conhecido como Hadi, nasceu em uma vila perto da Medina. Após o martírio de seu pai Imam Javad (a paz seja com ele), ele assumiu a responsabilidade pela liderança dos muçulmanos por 33 anos. Nesse período, propagava os princípios da base religiosa e ao mesmo tempo abordava a situação política e social dos muçulmanos. O período da sua vida coincidiu com o governo de alguns califas Abasitas. A injustiça e a tirania desses califados causaram profunda insatisfação do povo, o que causou o enfraquecimento da base de poder político dos califas. Desde o tempo do Imam Javad, os governantes abassitas  aumentavam a pressão contra a família do Profeta. A este respeito, eles obrigaram o Imam Hadi a deixar seu centro científico e teológico em Medina para se mudar a Samarra, no norte de Bagdá. O Imam passou os últimos dez anos de sua vida em Samarra. A prevalência política e as dúvidas do pensamento islâmico foram dois fenômenos no seu tempo entre a nação muçulmana. O estrangulamento, especialmente no período do cruel governador abassita Motevakel, tornou difícil para as pessoas se aproximarem ao Imam Hadi. Por outro lado, a dispersão do pensamento, da consciência e do consenso na comunidade em termos de questões ideológicas e mentais levou ao surgimento de diferentes seitas e escolas religiosas. De fato, a aparência desse problema em algum ponto da história, mais do que nunca, nos fez perceber que os Imames e a casa do Profeta sempre foram muito importantes para preservar os alicerces da religião islâmica.

Um dos objetivos importantes e essenciais do Imam Hadi foi seus esforços para encontrar uma comunidade dinâmica e consciente. Ele  indiretamente iniciou uma série de atividades culturais, educacionais e atos contra o regime opressivo absbita. Ele aproveitava de toda a oportunidade para mostrar a ilegalidade do governo abbasita, desencorajando qualquer cooperação dos muçulmanos com o então governantes. Imam Hadi deu esperança às pessoas sobre o fim da tirania dominante. A relação entre o Imam e o povo baseou-se na bondade e carinho. O povo, quando observava como ele se esforçava no caminho de seus interesses, encontrava-se com ele e aproveitava da sua sabedoria. Ele sempre procurou identificar e atrair pessoas talentosas e capacitá-los a familiarizar com os tesouros do conhecimento e da sabedoria do Islã.  Embora a pressão do governo sempre dificultasse o alcance das pessoas a essa fonte de ciência, em certa medida aproveitavam a sabedoria do Imam.

O número dos seus discípulos segundo narrativas  atingiu a mais de 185, todos eram sábios e cientistas pensadores de sua época.

Um dia na frente do Imam falaram sobre um jovem que, em seus debates científicos  com raciocínio e documentos firmes, dominava os opositores da religião. O Imam Hadi estava ansioso para vê-lo. Um dia, um grupo de pessoas proeminentes visitou o Imam e disse-lhe que o jovem queria vê-lo. O jovem sábio visitou o Imam. Ele sentou perto do Imam e esta atitude irritou outras destacadas figuras presentes na reunião, mas Imam Hadi respondeu. "Estão prontos para julgar o Alcorão entre nós?" Todos estavam em silêncio. Então o Imam disse: no Alcorão se lê que o Senhor exaltava o grau das pessoas com o seu nível da fé, e aqueles que dominam a ciência têm graus mais elevados. Saiba que a eloquência e lógica desse jovem, diante dos adversários, indicava a sua virtude e inteligência, o que é melhor do que qualquer honra tribal.

A popularidade do Imam entre as pessoas foi devido ao seu profundo relacionamento com Deus e seus belos atributos morais. Esse sublime recitou o Alcorão tão bonito que toda pessoa que o ouviu sentiu sua forte influência. Ele considera que a melhor ação é servir as pessoas e, portanto, foi sempre contrário ao comportamento dos califas despóticas da sua era.

O relacionamento das pessoas com Imam Hadi foi de carinho e bondade. As pessoas, quando entenderam como o Imam pensava em seus interesses, sentiam mais amor e afinidade por  ele. Um dia eles informaram Motavakel que, de todas as partes do mundo do Islã, as pessoas enviavam ajuda para a casa do Imam Hadi, mas que, entre os bens, havia também armas. Motevakel ordenou que um homem chamado Saeed Hayeb invadisse a sua casa e confiscava seus bens, incluindo as armas do Imam. Saeed Hayeb, naquela noite, disse: “Quando as pessoas estavam dormindo, junto com um grupo de agentes, fomos a casa do imam.  Quando entramos na casa rastreamos toda a parte, o Imam estava ciente de nossa presença, ele nos ignorou e continuou a adorar a Deus. O resultado da nossa pesquisa foi dois sacos de dinares, um deles com um selo. Peguei os dois sacos e levei-os para Motevakel. O califa ficou surpreso ao vê-los e pegou um deles com cuidado, então, viu o selo de sua mãe e se perguntou: esse é o selo de minha mãe, ela também ajudava Mohamad ibne Ali? Depois de um momento, Motevakel chamou sua mãe e perguntou sobre isso; sua mãe respondeu: "Sim, enviei essa saco a Mohamad ibne Ali, solicitei e disse ao Senhor que, se ele aceitasse meu pedido, enviaria dez mil dinares para Imam Hadi. Saeed Hayeb continuou: Motevakel ficou surpreso com a influência espiritual do Imam entre sua família, ordenou retornar esses dois sacos. Voltei a casa do Imam para me desculpar pessoalmente e perguntei o que deveria ser feito para me perdoar. O Imam Hadi respondeu, recitando o versículo do Alcorão que diz: "Não são assim os que acreditam, fazem bem, lembram-se muito de Deus e se defendem quando são tratados injustamente. Os ímpios logo verão o destino que os espera! (versículo 277 de surata os poetas). Portanto, para alcançar a felicidade e o sucesso na vida, a pessoa deve ser boa para seus amigos e não perdê-los por uma simples diferença. O método da família do Profeta também era aceitar o perdão e perdoar.

 

Sep 05, 2017 00:02 UTC
Comentários