• Na Presença do Sol

Pars Today- Em 2015, os membros da Organização para a Cooperação Islâmica aprovaram um plano para nomear a cada ano uma capital turística que representa o mundo islâmico e, de acordo com essa iniciativa, cada ano, um país desse bloco é escolhido. Na nona assembléia de especialistas seniores e ministros de turismo dos países membros da OIC, realizada em 22 de dezembro de 2015 na cidade de Niamey, capital de Nigér, a antiga cidade de Tabriz, de cinco mil anos foi escolhida como a capital turístic

A justiça é um conceito que tem sido enfocado não apenas pelas religiões divinas, mas também por outros credos. 29 versículos ou versos do sagrado Alcorão falam de justiça. 290 versículos também notam a questão da injustiça e opressão. O Líder da Revolução Islâmica diz: “Todos os esforços e lutas são para manter a justiça na sociedade; pois, se a justiça for mantida, os direitos e a dignidade do ser humano serão mantidos, e os seres humanos também alcançarão seus direitos e sua liberdade. Justiça não é algo para ser substituído por qualquer outra coisa.

A justiça social é aquela que todo indivíduo gosta. Ao longo da história, muitos esforços foram feitos para estabelecer a justiça. É evidente que a justiça tem sido o desejo de cada indivíduo e nação. A nação iraniana, também, encenou uma revolução há cerca de 50 anos, que triunfou em 1979. Sem dúvida, o principal objetivo da revolução era romper as algemas da tirania e do despotismo e tirar o país do jugo da dominação estrangeira. Líder da Revolução Islâmica diz: “Hoje, no sistema islâmico - o sistema que foi estabelecido pelo nome do Islã no país - qual é a questão mais importante que deve ser notada mais do que qualquer outra coisa? Justiça."

Desde o início da Revolução Islâmica no Irã esforços extenuantes foram feitos para o bem-estar de vários estratos da sociedade, mas é um caminho muito árduo. O Aiatolá Seyyed Ali Khamenei, dirigindo-se aos funcionários, diz: “Falando de maneira justa, muitas coisas foram feitas para implementar justiça, mas não são satisfatórias. O que precisamos e buscamos é a justiça máxima, e não uma quantidade aceitável. Queremos que não haja opressão na sociedade. Há uma grande distância até esta fase. Assim, devemos tentar. Precisamos estabelecer justiça e moralidade e tornar nossa sociedade islâmica no sentido real. Isso requer trabalho, esforço, fé, ação justa e luta no caminho de Deus ... caso contrário, a justiça não será estabelecida em nenhum lugar do mundo com a linguagem do conselh ”.

O Líder enfatiza: “O dever mais importante dos funcionários é materializar a justiça na sociedade para que as pessoas sintam justiça;  na lei,  no julgamento, na distribuição dos recursos vitais do país, justiça nos gozos e acesso às instalações do país por todos os indivíduos ”.

O estabelecimento da justiça é uma tarefa difícil. Na opinião do aiatolá Khamenei, ele deve ser realizado por pessoas eficientes, racionais e religiosas. Ele acredita que existe uma estreita relação entre justiça, espiritualidade e racionalidade.

Embora o judiciário seja o órgão principal para estabelecer a justiça e tomar o direito dos oprimidos do opressor; O líder da Revolução Islâmica sustenta que o comportamento e estilo de vida dos funcionários, especialmente os principais, é muito eficaz a este respeito. Em vista disso, ele se refere à aristocracia e às inclinações luxuosas como o obstáculo da justiça na sociedade. Aiatolá Khamenei afirma: “Uma das coisas que desaceleram na sociedade o movimento em direção à justiça é a manifestação da aristocracia entre autoridades . A aristocracia tem dois defeitos. O segundo é maior que o primeiro. O primeiro defeito da aristocracia é a extravagância. Nós falamos de aristocracia halal; isto é, o que foi obtido através de meios halal e por direito. A extravagância na sociedade exige uma distribuição desigual da riqueza e danos às propriedades públicas e às graças divinas. Mas o segundo defeito é pior já que constrói cultura. Isso significa que faz algo para todos contestarem. Claro, os altos funcionários e a TV têm um papel importante nesse sentido. Minha conduta e sua conduta têm um papel importante ”.

Imam Khomeini também não gostava de comportamento aristocrático e sempre apoiou as classes oprimidas e carentes. O Aiatolá Khamenei elabora sobre esse traço do Imam Khomeini: “Ele costumava impedir todo mundo do comportamento da nobreza e da aristocracia. Ele repetidamente enfatizava que deveríamos confiar na lealdade dos estratos fracos. O imalm  costumava dizer isso repetidamente. Ele enfatizou o consumo adequado de propriedade pública; enfatizou em evitar a extravagância. Esta é uma das linhas básicas. A questão da justiça social, apoiando os desprovidos e afastados do hábito da aristocracia e do luxo e praticando nessa direção, eram as características óbvias do Imam Khomeini. ”

Embora o estabelecimento da justiça seja o principal dever dos funcionários; as pessoas também deveriam exigir isso. A exigência da justiça é recomendada no Islã e esta religião repreende a reticência contra a injustiça. Líder da Revolução Islâmica diz: “A questão da busca de justiça é muito importante e tem muitos ramos. Não deve ser confinado ao mero nome e deve ser realmente perseguido. ”

Então, o Líder aponta para a vivacidade do discurso da justiça, dizendo: “Queremos que o discurso da justiça esteja vivo e um discurso que esteja sempre presente na cena. Entre as elites, os funcionários, o povo, especialmente as novas gerações, o nome da justiça e a questão da justiça devem ser sempre apresentados como uma questão principal ”.

Agora, os estabelecimentos de estudantes acompanham de perto a questão da justiça. Eles mantêm um olho na prática e estilo de vida dos funcionários. O Líder, acolhendo esta tendência, diz aos estudantes: “Caros jovens, a bandeira da busca da justiça sempre foi levada pelos mensageiros divinos e seus verdadeiros seguidores. Hoje e sempre, a luta sob esta bandeira será o sinal mais honesto de seguir os mensageiros divinos ”.

Aiatolá Khamenei, alfinetou a esperança no ressurgimento do Mahdi Esperado e no estabelecimento da justiça global por ele, dizendo: “Em um mundo que é dirigido com base na opressão, se pudermos manter a bandeira da justiça içada; os corações das nações - até mesmo as nações não-muçulmanas - serão atraídos como todos estão sedentos de justiça ”.

 

Tags

Maio 01, 2018 07:18 UTC
Comentários