Sep 27, 2018 04:34 UTC
  • A

Pars Today- Um alto oficial palestino rejeitou os comentários do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, em apoio a uma solução de dois Estados na quarta-feira, dizendo que as ações de seu governo até agora estavam destruindo as esperanças de paz com Israel.

"Suas palavras vão contra suas ações e sua ação é absolutamente clara (e) está destruindo a possibilidade da solução de dois Estados", disse Husam Zomlot, chefe da missão palestina recentemente fechada em Washington.

Ele acrescentou que os comentários de Trump não foram suficientes para trazer os palestinos de volta à mesa de negociações.

Falando em Nova York na quarta-feira ao lado do primeiro-ministro israelense Binyamin Netanyahu, Trump pela primeira vez disse explicitamente que apoiava uma solução de dois estados que criaria um Estado palestino independente. "Isso é o que eu acho que funciona melhor, esse é o meu sentimento", disse ele.

Zomlot apontou o fechamento da missão palestina em Washington, o corte de centenas de milhões de dólares em ajuda e o reconhecimento de Jerusalém como a capital de Israel como prova de que o governo Trump não levava a sério a paz.

"Toda ação que o presidente Trump fez está na direção oposta da solução de dois estados", disse ele.

Os palestinos boicotaram o governo de Trump desde dezembro, quando ele reconheceu a disputada cidade de Jerusalém como a capital de Israel. Observadores sugeriram que essas medidas são táticas dos EUA para forçar os palestinos a aceitar um acordo de paz anunciado pelo Trump, que será extremamente favorável a Israel.

 

Tags

Comentários